17 de ago de 2010

A Origem

Inception - Esse é um daqueles filmes que mescla o mundo real com o imaginário nos deixando sempre na dúvida de em qual deles a cena se passa. O Leonardo DiCaprio é um especialista em roubar segredos durante o sono das pessoas. Ele possui uma técnica que entra na mente das pessoas, enquanto elas estão dormindo, e passa a ter acesso aos segredos que nunca seriam ditos em estágios normais de conciencia. Porém de tando ir e vir entre sonhos e realidade nota-se que ele anda meio perturbado misturando os dois mundos. Tal pertubação tem origem no suicídio de sua esposa, do qual ele é acusado de assassinato, o que o impede de retornar ao seu país e reencontrar seus filhos. É então que lhe é oferecido a chance de voltar á vida normal, com perdão da polícia.  Para isso ele deve fazer algo que é considerado praticamente impossível: ao invés de roubar idéias de uma pessoa, inserir uma nova.
Nessa empreitada ele e sua equipe entram no sonho de um herdeiro, de uma grande corporação, com intuito de mudar sua opinião sobre a gestão de seus negócios. Porém como no sonho o herdeiro não lembra da senha do cofre resolvem dormir e entrar no sonho do sonho para buscar a informação. Nesse segundo nível de sonho eles também não obtem sucesso e optam por sonhar novamente entrando no sonho do sonho do sonho... nessa sucessão recursiva de sonhos o espectador vai entrando na trama. O filme deixa muito bem caracterizado o ambiente de cada nível de sonho, permitindo a troca de nível a cada instante. Em dado momento no nível real eles estão dormindo em um avião, no nível do primeiro estágio de sonho ele estão dormindo em uma van, no segundo em um elevador e no outro em uma perseguição na neve. O filme alterna os níveis de forma inteligente e não há muito esforço para identificá-los.  Embora a trama nos deixe cheio de dúvidas.
É interessante também notar a própria lógica de tempo construída no enredo. Enquanto dormimos o tempo em nossos sonhos é muito maior. Um minuto nosso podem representar horas na vida do sonho. No sonho do sonho esses números também se multiplicam e assim sucessivamente. No quarto nível cada segundo da vida real representa anos no sonho.

Classificação:
Lágrimas: 00
Bocejos: 00
Gargalhadas: 01
Cena marcante: o suicidio.
Saí: pensando se estou dormindo ou acordado.
Bom para: quem gosta de dramas psicológicos.
Se não viu: vá ver, vale o ingresso.